loaderW
upF
spBusca
restrictImg
ma
Notícias
novidades  
22
SET
bb
categoria:     tags: Minuto A, Amanco, Inovação, App Amanco, Meu Instalador

Profissionais de hidráulica e elétrica podem se cadastrar gratuitamente para atrair novos clientes e alavancar os seus negócios. Eles também são avaliados pelos clientes e os melhores vão para o topo da lista em cada região. A ferramenta permite ainda localizar a loja de material de construção mais próxima.
A Amanco, marca comercial da Mexichem Brasil, empresa líder na fabricação de tubos e conexões na América Latina, lança o aplicativo Meu Instalador. Trata-se de uma ferramenta inovadora para encontrar, na palma da mão, profissionais de instalações hidráulicas e elétricas em todo o Brasil.

Por meio do aplicativo, os instaladores têm a oportunidade de conseguir mais trabalho. Além disso, os profissionais melhores avaliados pelos consumidores, em cada região, aparecem primeiro. Portanto, para usar a ferramenta em seu favor, é preciso causar uma ótima impressão no cliente cada vez que for prestar um serviço.

Como aproveitar

Para aparecer nas buscas, os encanadores e eletricistas precisam, primeiro, se cadastrar gratuitamente no hotsite www.meuinstaladoramanco.com.br. Depois é só baixar, também sem custo, o aplicativo Meu Instalador no smartphone, disponível para os sistemas Android e iOS.

O cliente poderá filtrar a busca por especialidade e negociar a contratação por meio de mensagem, e-mail ou telefone diretamente com o profissional. Por isso, é importante que este último cadastre seus dados corretamente e os mantenha sempre atualizados.

Depois da obra pronta, o consumidor ainda poderá avaliar o profissional e compartilhar nas redes sociais.

Por uma vida mais fácil

A Amanco lançou o aplicativo para facilitar a vida de todo mundo, pois uma das grandes dificuldades no momento da obra é encontrar um profissional bem recomendado para trabalhar. Com esta ferramenta, o instalador ganha visibilidade e pode construir, pouco a pouco, uma boa reputação dentro do aplicativo. Já o consumidor ganha a tranquilidade de contratar uma pessoa de confiança para tocar a sua obra.

Mais fácil mesmo

Outra vantagem é que, na hora de comprar os produtos necessários para a realização do serviço, é possível localizar a loja de materiais de construção mais próxima e encontrar os produtos da Amanco. Tudo isso está disponível no Meu Instalador de um jeito simples e rápido.



novidades  
22
SET
bb
categoria:     tags: Minuto A, Amanco, Inovação, Fidelizando clientes, Dicas

Usado em todo o mundo, o aplicativo cria vínculos de confiança entre profissionais e seus clientes, inclusive na construção civil, onde um dos recursos mais usados é o envio de fotos para o acompanhamento à distância de todas as etapas da obra.
Com mais de 800 milhões de usuários, o WhatsApp é o aplicativo de mensagens instantâneas mais popular do mundo. Só no Brasil, ele é utilizado por mais de 50 milhões de pessoas e está instalado em 67% dos smartphones. Além de permitir o envio de texto, mensagens de voz e imagens, desde março deste ano, também é possível telefonar de graça para outros usuários.

Com tanta versatilidade, a ferramenta tornou-se uma poderosa aliada na comunicação direta com os clientes, garantindo mais eficiência na resolução de problemas e na tomada de decisões. É que as conversas ficam armazenadas, podendo ser facilmente acessadas para consulta a qualquer momento.
 
Outra vantagem é a agilidade. Segundo pesquisas, 90% das pessoas abrem e lêem as mensagens do WhatsApp em até 30 segundos após recebê-las.

Fidelizando clientes

Profissionais de todas as áreas já estão utilizando o aplicativo nas relações de trabalho. Por meio da ferramenta, é possível enviar orçamentos, tirar dúvidas, agendar trabalhos, entre muitas outras utilidades.

Na construção civil, um dos recursos mais utilizados é o envio de fotos da obra para o cliente. O empreiteiro e instalador hidráulico de São Paulo, Ailton José da Silva faz isso frequentemente. “Dependendo do volume de trabalho, atualizo as fotos 2 ou 3 vezes ao dia e mando pelo WhatsApp. Assim, quem me contratou pode acompanhar o andamento do serviço mesmo à distância e eu ainda divulgo o meu trabalho para outros clientes”, revela o profissional.

Dicas para usar melhor o aplicativo

- Escreva mensagens curtas e objetivas. Diga o que precisa sem rodeios.
- Mesmo tendo que ser objetivo, seja também educado. Ao iniciar uma conversa, é de bom tom dizer “Bom dia”, “Boa tarde”, etc.
- Não mande mensagens em excesso. A pessoa pode se irritar e te bloquear.
- Ao enviar uma mensagem, não cobre uma resposta rapidamente. Às vezes, a pessoa que recebeu pode ler (ou ouvir, no caso da mensagem de voz), mas não quer ou não pode responder naquele momento.
- O WhatsApp permite uma linguagem mais informal. Mas tenha cuidado. Informalidade demais pode parecer que você está forçando intimidade, e isso não pega bem.
- De todo modo, evite linguagem vulgar, como gírias.
- Não mande vídeos ou fotos engraçadinhas para o cliente. Isso pode comprometer a sua imagem de profissional sério e respeitável.
- Por outro lado, enviar informações sobre uma nova tecnologia e um novo serviço que você está oferecendo, demonstra que você está antenado com o que acontece em sua área profissional.
- Ao enviar um orçamento pelo aplicativo, espere alguns dias para cobrar uma resposta. Um modo elegante de retomar a conversa é perguntar se a pessoa precisa de mais informações ou se tem alguma dúvida e, então, se colocar à disposição para o que mais for necessário.
- Como última dica, procure respeitar o horário comercial (das 8h às 18h) para enviar suas mensagens. Ninguém gosta de ser incomodado durante o descanso. De qualquer modo, deve prevalecer o bom senso. Se o cliente solicitar uma informação urgente ou quiser se programar para o dia seguinte, o ideal é responder o quanto antes.
 



novidades  
28
JUL
bb
categoria:     tags: Minuto A, Amanco, Medalha de Ouro, Pan-Americano

A ginasta Ana Paula Ribeiro, da seleção brasileira de ginástica rítmica, encheu de orgulho a família, sua cidade e o Brasil inteiro. O pai, José Milton, sócio da loja Ribeiro e Pádua, conta que a segunda medalha de ouro foi conquistada bem no dia de seu aniversário, 19 de julho: ¿Foi o melhor presente¿.

A conquista de duas medalhas de ouro e uma de prata pela equipe de ginástica rítmica do Brasil nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, no Canadá, encheu os brasileiros de alegria. Mas os moradores de Guarapari, no litoral do Espírito Santo, estão especialmente orgulhosos da ginasta Ana Paula Ribeiro, a mais experiente da equipe, com 26 anos, que é moradora da cidade.

Ela é filha de Paula Ribeiro e José Milton, sócios da loja Ribeiro e Pádua, que faz parte da Rede Construir daquele estado e que trabalha exclusivamente com a marca Amanco no segmento hidráulico.

Vê-la no pódio, junto com sua equipe, recebendo todas as honras, deixou os pais mais que felizes. “Ela ganhou a primeira medalha de ouro no sábado e a segunda, também de ouro, no domingo, dia 19, exatamente no meu aniversário. E esse foi o melhor presente que eu poderia ganhar em toda a minha vida”, disse o pai, lembrando que a pressão sobre as atletas era enorme, pois o Brasil já era tetracampeão nesta modalidade esportiva.

“Estamos muito orgulhosas da Ana Paula, que se dedica aos treinamentos há 16 anos e fez parte da seleção brasileira durante 8 anos. Todos a conhecem, inclusive já foi enredo de escola de samba na cidade. Além disso, somos conhecidos também porque nossa loja de materiais de construção é muito tradicional. Foi fundada pelos meus pais há 40 anos”, descreve José Milton, que dirige o negócio junto com suas irmãs.

Ele conta que, desde que a filha ganhou as medalhas, os amigos, funcionários e clientes da loja não param de cumprimentar a família. Toda a equipe Amanco, especialmente a Regional RJ/ES, comandada pelo Gerente Edson Antunes, parabeniza a brilhante atuação da ginasta.

A ginasta Ana Paula Ribeiro (primeira à esquerda) se apresenta com a equipe do Brasil para conquistar o ouro na ginástica rítmica.

Foto: Ricardo Bufolin/CBG

 



novidades  
21
MAI
bb
categoria:     tags: Minuto A, Mexichem Brasil, Crescimento

Para isso, a subsidiária da Mexichem, líder mundial em tubos e conexões plásticos, está investindo ao longo de três anos R$ 164 milhões em suas fábricas no Estado de São Paulo. Com isso, proporcionará um aumento de cinco vezes na produção de caixas d¿água na planta de Sumaré, onde está instalado o novo maquinário e acaba de lançar reservatórios com tecnologia inédita de fabricação por sopro.

A Mexichem Brasil, dona da marca comercial Amanco e também da Plastubos e da Bidim, estima crescer 8% em 2015, uma expansão maior do que a média do mercado da construção civil, a exemplo dos anos anteriores.

Para atingir esta meta, a companhia irá investir R$ 164 milhões, ao longo de três anos, em suas duas fábricas no interior paulista. O objetivo é aumentar a capacidade de produção e ainda inovar em produtos e processos nos segmentos predial, de infraestrutura e de irrigação.

 

 

Inovação e produtividade

O grande lançamento para 2015 é a nova caixa d’água da marca Amanco fabricada com tecnologia de processo de sopro, inédita na América Latina, que garante maior resistência ao produto, devido à distribuição uniforme das camadas.

Com investimentos de R$ 20 milhões, a empresa proporcionará um aumento de cinco vezes na produção de caixas d’água na planta de Sumaré, onde está instalado o novo maquinário.

A nova linha de caixas d’água, que comporá o portfólio da linha Amanco Reservatórios, atenderá todo o mercado predial, incluindo residências e estabelecimentos comerciais. A caixa d’água possui tripla camada, que ajuda a impedir a entrada de raios solares, minimizando o risco de proliferação de bactérias. O interior na cor branca facilita a visibilidade na limpeza. Já o fechamento por trava proporciona segurança e qualidade no armazenamento.

A produção teve início em abril e a novidade da Amanco deve chegar neste mês de maio ao varejo do Sudeste, região mais populosa do país, onde a crise hídrica e a expansão imobiliária criaram uma enorme demanda por caixas d’água.

Mexichem Brasil em números

Com 9 fábricas e mais de 3 mil funcionários no país, o faturamento bruto da empresa em 2014 foi de R$ 1,74 bilhão, um crescimento de 12% em relação a 2013 (R$ 1,57 bilhão), acima do previsto para o ano, que era de 10%, e mais do que o dobro do previsto pela Abramat e FGV para a indústria de materiais de construção.

“Ainda que o cenário macroeconômico não seja favorável, nós mantivemos investimentos sustentados pela estratégia de negócios da empresa, que está fundamentada nos pilares de sustentabilidade, marca, inovação, pessoas, serviços e eficiência operacional”, explica Maurício Harger, presidente da Mexichem Brasil.

 

 


novidades  
27
ABR
bb
categoria:     tags: Minuto A, Combate Dengue, Construcao Civil, Caixa d'Agua, Amanco

Com a falta de água e os constantes rodízios no abastecimento cresce a demanda pela instalação de novos reservatórios nos imóveis, assim como a implantação de sistemas de captação de água da chuva.

A crise hídrica e o consequente racionamento no abastecimento de água para a população na região Sudeste provocaram uma corrida às lojas de materiais de construção para a compra de novos reservatórios. Por conta disso, a instalação de caixa d’água tem sido um dos serviços mais solicitados atualmente.

Para se der uma ideia, em Campinas (SP), a venda do produto dobrou desde outubro passado, quando a cidade chegou a ficar 11 dias sem água, sob o sistema de rodízio.

Na Grande São Paulo, o anúncio de um possível rodízio de 5 dias sem água e dois com fez os estoques das lojas se esgotarem em poucos dias. Além disso, o governo do Estado iniciou uma operação para distribuir 25 mil reservatórios às famílias de baixa renda.

Atenção à estrutura

Diante de tamanha demanda pelo serviço de instalação, o instrutor do Senai Edivaldo Ferreira da Silva, pede especial atenção a um aspecto: avaliar corretamente a capacidade da laje ou do telhado para receber o peso extra do novo reservatório e do seu volume de água. Pode ser necessário reforçar a estrutura e esse cálculo é feito pelo engenheiro civil ou um técnico em edificações.

Já para dimensionar a capacidade do novo reservatório, é preciso considerar o tamanho da caixa pré-existente, o número de dias que a casa poderá ficar sem receber água da distribuidora e o número de pessoas.

Em condições normais de abastecimento, uma pessoa consome 150 litros de água por dia. Some-se a isso 150 litros por dormitório, como reserva para um dia e uma noite sem água. “O valor aproximado do serviço de instalação é de R$ 150,00 para caixas d'água de 310, 500 e 1000 litros, em local de fácil acesso”, informa Edivaldo.

Água da chuva

A procura por sistemas de captação e armazenamento de água da chuva também cresceu, como forma de garantir o abastecimento da piscina, a descarga, a rega do jardim e a limpeza do quintal. Há casos em que a conta de água ficou 40% menor.

O que significa uma economia para o consumidor, também representa uma nova oportunidade de trabalho para os instaladores hidráulicos. “Um bom projeto de captação de águas pluviais deve prever o local para instalar a cisterna e o tipo de cisterna. Os materiais e ferramentas são simples: filtros, adaptadores com flange, tubos e conexões, lixa 100, adesivo plástico, solução preparadora, arco com serra, esquadro, lima de aço bastarda e chave de grifo”, explica o instrutor do Senai.

O sistema de recolhimento de água por meio de calhas nos telhados é o mais usado. “Seja qual for o modelo adotado pelo instalador, o essencial é sempre filtrar a água com tela de nylon, adicionar hipoclorito de sódio para desinfetá-la e, principalmente, mantê-la bem armazenada”, orienta Edivaldo Ferreira da Silva. Ele lembra que manter os reservatórios de água fechados é dever de todos, principalmente para evitar a proliferação da dengue e a entrada de animais nocivos à nossa saúde.

 

 

 

 

 


novidades  
23
ABR
bb
categoria:     tags: Minuto A, Combate Dengue, Construcao Civil, Senai, Amanco

Cada vez que chove, canteiros de obras são vistoriados pelos profissionais da construção para eliminar a água acumulada e evitar focos do mosquito transmissor da doença.

Em 2015, os casos de dengue dispararam em todo o Brasil. Segundo o Ministério da Saúde, entre 1º de janeiro e 7 de março, 224 mil pessoas contraíram a doença, ou seja, mais que o dobro do que foi registrado no mesmo período do ano passado.

Atualmente, há 340 cidades com risco de surto de dengue, que é transmitida por meio da picada do Aedes aegypti. Diante desse cenário, o combate aos criadouros do mosquito mobilizou a população em geral, agentes de saúde, entidades de classe e ainda ganhou o reforço dos profissionais da construção.

Em Sorocaba (SP), uma equipe do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (Sinduscon), em parceria com o Senai, tem visitado os canteiros do obras para orientar pedreiros, instaladores hidráulicos, serventes, entre outros, sobre o assunto. Em Goiânia (GO), o combate ao mosquito transmissor da dengue já virou rotina em alguns canteiros, onde também há cartazes educativos e palestras.

O procedimento consiste em vistoriar toda a obra para eliminar a água parada e recolher garrafas, latas, copos plásticos e embalagens descartadas de materiais utilizados. Todo cuidado é pouco, afinal, basta uma tampinha de garrafa com água para o Aedes aegypti depositar ali suas larvas e transformá-la em um criadouro. A vistoria é feita toda vez que chove.

Além disso, os equipamentos de trabalho como carrinhos de mão e pás devem ficar virados para baixo quando estiverem fora de uso para não acumular água da chuva. Dessa forma, os profissionais da construção ficam protegidos, bem como a comunidade do entorno.



novidades  
26
MAR
bb
categoria:     tags: Minuto A, DesafioDaInovacao, DiaDaAgua, Senai, Amanco

 Neste dia 22 de março, Dia Mundial da Água, a Amanco, marca comercial da Mexichem Brasil, anunciou os ganhadores do Desafio da Inovação,concurso que propôs aos alunos matriculados nos diversos cursos das mais de 270 unidades do Senai, em todo o Brasil, desenvolver soluções para sesaber o volume de água consumido durante o banho.

Diante do cenário de grave escassez de recursos hídricos que o paísenfrenta atualmente, a Amanco buscou, por meio dessa iniciativa, estimular mentes criativas a desenvolver projetos,incentivando a conscientização e o consumo econômico.

O Desafio da Inovação, realizado em parceria com o Senai, foi lançado oficialmente no ano passado, em outra data significativa – 19 de outubro, o Dia Nacional da Inovação, instituído em homenagem a Santos Dumont, que neste mesmo dia, em 1901, realizou o primeiro voo dirigido da história, em torno da Torre Eiffel, em Paris.


Desafio da Inovação

Dos 40 trabalhos apresentados para a Mexichem Brasil, detentora da marca comercial Amanco, nove foram selecionados para a final, e o primeiro lugar ficou para o estudante Erick Gonçalves Castro, do Mato Grosso do Sul. Ele elaborou uma caixa de controle de água para o banho que mantém o chuveiro ligado por no máximo cinco minutos.

Luis Antônio Trinca, de São Paulo, obteve o segundo lugar com um chuveiro elétrico mais eficiente, que diminui o volume de água durante o aquecimento. Rosilene Lopes da Silva Peixoto, também do Mato Grosso do Sul, conquistou o terceiro lugar com um sistema completo de captação de água da chuva.



novidades  
02
MAR
bb
categoria:     tags: credconstrucao mexichembrasil amanco materialconstrcao

O valor financiado pelo cartão de crédito da Amanco, marca comercial da Mexichem Brasil, cresceu 44% em relação a 2013 no estado.

O CredConstrução, cartão de crédito da Amanco, marca comercial da Mexichem Brasil, financiou a venda de R$ 8,2 milhões em produtos para construção e reforma diretamente aos consumidores, por meio das lojas credenciadas na Bahia, em 2014. Esse resultado representa um crescimento de 44% em comparação a 2013, quando foram registrados R$ 5,7 milhões em financiamentos.

O volume financiado no estado, desde que o cartão foi criado, em outubro de 2008, é de R$ 36,7 milhões. Na Bahia, cerca de 45 mil consumidores possuem o CredConstrução, que pode ser usado para compras em 237 revendas filiadas.

Em todo o Brasil, cerca de 4 mil lojas do setor de materiais de construção financiam suas vendas por meio do cartão de crédito da Amanco. Juntas, elas somam 609 mil cartões emitidos e R$ 608 milhões em vendas financiadas com o CredConstrução, desde 2008.

 



novidades  
06
NOV
bb
categoria:     tags: amanco, mexichem, tecnologia, tubos e conexões, amanco flextemp, flextemp, instalação hisdráulica,

 

Para manter a indústria da construção competitiva é necessário aumentar a produtividade nos canteiros de obras em, pelo menos, 4% ao ano. O alerta é do coordenador do Comitê de Tecnologia e Qualidade do SindusCon-SP, Jorge Batlouni Neto. “Talvez tenhamos que acelerar ainda mais”, diz. O motivo, segundo ele, é que países à frente do Brasil já estão alcançando crescimentos nesse patamar.

“A produção do setor de construção civil dobrou, mas a produtividade, não”, comparou o coordenador, durante o seminário “Como Aumentar a Produtividade nos Canteiros de Obras”, realizado em outubro, pela Editora Pini, com o apoio Sinduscon-SP.

 

 

Tecnologia

 

Alinhada com as metas de produtividade do mercado da construção civil, a Amanco, marca comercial da Mexichem Brasil, lançou a linha Amanco Flextemp, para água quente e fria, com tubos maleáveis e engate rápido, tipo "click", que dispensa ferramentas.


O sistema foi usado pela primeira vez no Brasil pela Camargo Corrêa

 

Desenvolvimento Imobiliário no empreendimento Feel Jardim Sul, com duas torres e 198 apartamentos, na capital paulista. “A obra ainda não foi finalizada, porém, acreditamos que há um ganho de 50%, em média, da produtividade e, isso, com a redução de equipe”, calcula o engenheiro da empresa, Eurico Dimas Hibbeln.
Outra vantagem é a eficiência do sistema, que reduz o risco de falhas na execução e, consequentemente, a necessidade de retrabalho. “A inovação está no DNA da marca Amanco. O mercado nos reconhece dessa forma”, afirma Fabiana Castro, gerente de Inovação e Produtos da Mexichem Brasil.

Para saber mais sobre o Amanco Flextemp,acesse: http://www.amanco.com.br/produtos/predial/agua-quente/amanco-flextemp/

 

 

 

 

 

 



novidades  
28
OUT
bb
categoria:     tags: amanco, mexichem, construção civil, sobrepeso

 

Mais da metade dos trabalhadores que atuam da construção civil está acima do peso. A constatação veio através uma pesquisa feita pelo Seconci-SP (Serviço Social da Construção Civil do Estado de São Paulo), entidade de responsabilidade social da construção paulista. 


O estudo, que envolveu 263 profissionais de um canteiro de obras localizado na cidade de Ribeirão Preto (SP), mostra que 37,6% deles estão com sobrepeso e 20,2% são obesos. Quanto maior a idade, maior a proporção de pessoas com sobrepeso.

Uma parcela de 23,9% dos trabalhadores entre 18 e 29 anos apresentam

 

sobrepeso. Este índice sobe para 47,1% entre as pessoas com idades entre 50 e 59 anos. Já para o grupo considerado obeso, a maior proporção, 30%, ficou entre os profissionais entre 30 e 39 anos.

Com base nesses resultados, a entidade vem alertando as construtoras para a necessidade de servir uma alimentação mais saudável aos seus colaboradores. “Quando contratarem empresas que forneçam refeições nas obras, é fundamental que as construtoras verifiquem se a contratada possui um cardápio elaborado por nutricionista, para garantir que as refeições servidas sejam balanceadas”, ressalta a nutricionista clínica do Seconci-SP, Paula Simões Garcia.

Alimentação sem colesterol

O colesterol desempenha funções importantes no organismo. Porém, quando atinge altos níveis no sangue, torna-se perigoso e contribui para o avanço de doenças cardiovasculares. Para ajudar a evitar o acúmulo de gordura nas pa

 

redes das artérias, Paula Simões dá algumas dicas de alimentação que ajudam a controlar o colesterol:

- Consuma diariamente frutas, verduras e legumes nas refeições.

- Inclua cereais integrais, grãos e sementes na alimentação.

- Dê preferência às carnes magras, frango sem pele, peixe e ovos cozidos.

- Evite frituras e controle a quantidade de óleo no preparo dos alimentos.

- Evite os embutidos (mortadela, salsicha e linguiça), leite de coco e óleo de dendê.

- Dê preferência ao leite e iogurtes desnatados, queijo branco, ricota ou cottage.

 


- Evite produtos industrializados como biscoito recheado, sorvete de massa e doces concentrados.

- Mantenha seu peso dentro dos limites da normalidade.

- Pratique atividade física regularmente.
 

 

Foto: divulgação
Paula Simões Garcia, nutricionista do Seconci, orienta um profissional sobre a alimentação correta
 

 

 

 




cl17
mostrando 1 a 10 de 127
proxima
 
Categorias



2015
2014
2013
2012
2011
 
s DESTAQUES

sp sp sp sp sp

. . .
youtube   twitter